Visão

Através das mais diversas ações, somos a principal parceria da pessoa com deficiência para promover seu bem estar e inclusão e lutar para que seus direitos e deveres sejam respeitados.

Missão

Contribuir para que as pessoas com deficiência física superem seus limites, visando sua integração social, política, econômica e cultural.
Estabelecer confiança junto a todos os setores da sociedade, com vistas a criar compromisso individual e social para a causa da pessoa com deficiência.

Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos...
(Art. 1º) Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948).

A História da ADFEGO

A história da ADFEGO começou quando um pequeno grupo de pessoas com deficiência física resolveu se reunir em uma Associação. Foi assim que nasceu a ADFEGO, que, no início, funcionava em uma pequena sala no Estádio Olímpico, em Goiânia, mas os recursos eram escassos.

O grupo percebeu que o incentivo à prática de esportes era uma maneira de atrair os jovens para a Associação. Foram formadas as equipes de natação e basquete. Logo começaram as apresentações em diversos campeonatos e cada vez mais pessoas conheciam a ADFEGO e o número de associados aumentava.

Um ano depois da fundação, o governo doou à Associação um terreno na Chácara do Governador, onde foi construída a Casa do Paraplégico. A casa, inaugurada em 1984, abrigava pessoas com deficiência que não possuíam residência fixa e moravam em hospitais.

Enquanto isso, a sede da ADFEGO foi transferida para o Centro de Apoio e passou a funcionar junto a unidades de atendimento pessoas com deficiência visual e auditiva. Naquela época, a Associação resolveu colocar em funcionamento uma oficina de fabricação de cadeiras de rodas.

Em 1994 essa oficina foi batizada com o nome Mão na Roda. Este foi um ano realmente marcante na história da ADFEGO, pois a Associação percebeu que a independência só seria alcançada por meio da inserção de seus associados no mercado de trabalho.

Assim, foram assinados com a Brasil Telecom e a Dataprev contratos de prestação de serviço que empregaram dezenas de pessoas com deficiência. Muitos tiveram a carteira assinada pela primeira vez na vida. E assim a Associação começou a virada que possibilitou a concretização de antigos sonhos. Outros convênios foram firmados com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Caixa Econômica Federal, Saneago, VIVO e Detran.