Informativo

SECT faz cadastro de pessoas com deficiência para receber moradias adaptadas em Luziânia

Casas sect superintendenteA Secretaria de Cidadania e Trabalho (SECT), por meio da Superintendência da Pessoa com Deficiência, iniciou nesta terça-feira (6), um levantamento para identificar pessoas carentes com deficiência que moram nos municípios do Entorno do Distrito Federal para receber moradias adaptadas. Um dos critérios é que a pessoa ainda não tenha casa própria. Uma comitiva de Brasília e cidades do Entorno esteve em Goiânia para conhecer o projeto do Residencial São Geraldo que fica no Bairro Itatiaia, que é referência no Brasil em acessibilidade.

De acordo com a superintendente, Maria de Fátima Rodrigues Carvalho – Clara coordenadora do programa, as pessoas serão cadastradas e passarão por uma triagem para receber o benefício.  Ainda segundo a superintendente da SECT, várias entidades e conselhos que apoiam os direitos

das pessoas com deficiência também estão engajados na contagem.

 O Governo de Goiás pretende, em uma primeira etapa, construir três mil casas para contemplar cidades como Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Padre Bernardo e Águas Lindas, totalizando nove municípios. A expectativa é de que esse levantamento seja concluído até o fim de setembro.

De acordo com o superintendente executivo da SECT, Francisco de Assis Peixoto, o governo entende que é preciso ter respeito ao cidadão e colocá-lo cada vez mais integrado à sociedade. “As casas acessíveis irão atender pessoas com deficiência física, visual e auditiva e intelectual”. Para isso, a Superintendência da Pessoa com Deficiência já montou uma equipe que vai atuar em Luziânia a partir desta semana, visitando as famílias, contando com a ajuda dos Conselhos Municipais, igrejas e entidades filantrópicas para localizar essas pessoas e fazer o cadastro.

Planos de apoio

Casas adaptadas

SECT cadastra pessoas com deficiência no entorno de Brasília para receberem moradia


 A Superintendência dos Direitos das Pessoas com Deficiência também articula encontro com todos os prefeitos do Estado de Goiás, a partir do mês de setembro, para promover a adequação do Plano Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência – Goiás Inclusivo e do Plano Viver Sem Limites (do governo federal), em todos os municípios.

Lançado em dezembro de 2012, o plano tem a finalidade de promover, por meio da integração e articulação de políticas públicas, o acesso e o exercício pleno e equitativo dos direitos das pessoas com deficiência, com segurança e autonomia. A ideia é ampliar as ações do Governo de Goiás por meio de melhorias nas condições de acessibilidade, sinalização de trânsito, entre outros.

Outra finalidade do levantamento é dar a essas famílias a oportunidade de fazer cursos técnicos de capacitação por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do governo federal, administrado em Goiás pela SECT em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia.  As inscrições deverão ser abertas no fim de setembro, após definição da demanda.

 

Comunicação Setorial SECT

(62) 3201-8599

Fonte:http://www.cidadaniaetrabalho.goias.gov.br